Posts Tagged ‘vídeo’

Lana Del Rey Goes Lesbian

Julho 23, 2012

Queridas dykes, o post de hoje veio de dicas preciosas do querido @rafaelsandim.

Primeiro o vídeo que estávamos esperando ansiosamente: finalmente a formidável Lana Del Rey fez a dyke dramática na música Summertime Sadness.  A música tem tudo pra virar um hit de fim de relacionamento lésbico. O vídeo ajuda bastante, o clima retrôzinho, momentos de um relacionamento vencido e, claro, a fofa da Lana sendo apenas sexy, delácia e depressiva, as usual.

É pra ouvir chorando lágrimas, cantando na janela e tomando litros e litros de sorvete.

 

E logo abaixo o “melhor tumblr dos últimos tempos” de hoje.

I SEE VAGINAS EVERYWHERE!

ainda bem que não estou sozinha nessa, rs.

http://iseevaginaseverywhere.tumblr.com/

 

Um beijo pro Sandim, boymagia!

 

Alguém já segurou tua mão hoje?

Abril 29, 2011

O video é fofo, a iniciativa é nobre e necessária. No começo do mês o governo da Irlanda se destacou no cenário da luta LGBT contra o preconceito.  Com o apoio do grupo “Belong To”, formado por gays, lésbicas, transexuais e travestis com idades entre 14 e 24 anos, lançaram a campanha contra o bullying homofóbico.

Saiba mais sobre o “Belong to” aqui.

Eu curti demais.

(via: Lori M.)

O perigo lésbico!

Novembro 25, 2010

Ah a normalidade! Qualidade do que é normal, regular. E a heteronormatividade? (do grego hetero, “diferente”, e norma, “esquadro” em latim), termo usado para descrever situações nas quais variações da orientação heterossexual são marginalizadas, ignoradas ou perseguidas por práticas sociais, crenças ou políticas. Ou seja, a idiotice de pensar que só existem machos e fêmeas e que eles devem trepar e ter filhotinhos.  Todo o resto é errado e Deus não curte.

Achei esse vídeo super irônico, com um tom alienado típico dos anos 30, que mostra a heteronormatividade e o perigo que uma lésbica oferece a um casal heterossexual.  Clichê: em um casal hétero o homem compra flores e lê poesias e a mulher se apaixona vivendo uma jornada de amor e servidão(e Deus aprova!). Até que….. a EVIL LESBIAN chega e confunde a coitadinha.

Adorei a parte que definem o que é uma lésbica : Lésbicas já foram mulheres, mas ao contrário das mulheres viraram as costas para o sagrado matrimônio e à felicidade da maternidade, preferindo outros tipos de prazer envolvendo loções e fumar cachimbos. hahaha

Assistam, muito bom esse vídeo.

Raise your Glass!

Novembro 4, 2010

Pink vc ficou ótima de Rosie the Riveter!
A Pink é outra que, se quisesse, teria uma carreira promissora. But… Vai entender! De qualquer forma ela vive brincando com o assunto, nos clipes e entrevistas, e o que eu acho mais legal, sempre em tom de ironia. Podem reparar que em quase todas as entrevistas da cantora o assunto acaba caindo no clichê s0bre sua sexualidade. Isso porque, novamente, uma mulher não pode ser bad-ass, provocativa e irreverente, porque aí, consequentemente, ela tem que ser sapatã! Né? (afff). Existe uma grande diferença em “querer” que ela seja, e rotular a sexualidade da cantora só por conta de sua personalidade. Fale aí quem nunca teve um sonho hot ou pelo menos um devaneio com a Pink, não sejam tímidas! haha
A Pink sempre com vídeos e letras arrebatadoras, dessa vez faz uma ode aos oprimidos (como já havia prometido), convidando todos os “underdogs” a levantarem o copo se estiverem errados em todas as formas certas. São várias críticas e exaltações feitas bem no estilo bad attitude da cantora, casamento do mesmo sexo (com direito a beijo gay), provocações às instituições religiosas, inclusive ela acorda na cama com uma freira (haha), levanta questões do mito ao corpo mostrando uma gordinha que prefere comer a ser uma modelo cadavérica, e a famosa cena do nerd que se diverte dançando sozinho na festa de formatura.
Pra quem não sabe a cantora é vegetariana e super engajada na luta à favor dos direitos e proteção dos animais. Então tá explicada a crítica pesada no vídeo. Já no início ela mata o toureiro, abraçando o touro em seguida, e mais adiante um bezerro toma leite de mulheres. No mínimo engraçado.
Depois desse falatório vou deixá-las simplesmente curtir a música. Mais uma vez parabéns à cantora, por incluir questões importantes em sua pauta. Levanto meu copo à Pink, aliás, bem que ela podia vir tomar umas comigo, não? rs

Rihanna usando técnicas de MKT ‘girl on girl’

Maio 28, 2010

“Te Amo” é , evidentemente, uma música sobre outra mulher. Rihanna e a modelo Laeticia Casta acabaram de  gravar o vídeo em um castelo em Paris. Contra-senso, em Paris seria mais apropriado um ‘Je t’aime’, não é mesmo?

A idéia era fazer um clipe hot, sexy, mas na minha opinião ficou apenas… incrivelmente estranho e brega. Uma história sem pé nem cabeça com uma letra que também não faz sentido nenhum.  Que me desculpem os fãs da Rihanna mas soou muito como marketing, e dos mal feitos.  Algo que estamos acostumadas a ver, uma mulher que se esfrega nas outras na boate para atrair os homens. Percebam que elas não se beijam no vídeo.  E se for pra analisar a fundo tem muita coisa esquisita nesse vídeo, rs, mas não vou perder meu tempo com isso. Só me digam por favor que aquela coreografia não foi inspirada na capoeira, por favor!

Rihanna, você tá querendo aparecer ou conquistar uma fatia do público lésbico? Não ficaram claras suas intenções.  tsc

[videolog 545555]

Foda-se

Julho 3, 2009
Fuck U

Fuck U

Pra não passar batido, e também porque eu achei bem legal, vou subir aqui o vídeo que faz parte da campanha contra a homofobia,  que no Brasil foi feito pelo blog StoneWall, e que conta também com versões da França e EUA. Trata-se de uma montagem de imagens de várias pessoas de todo o país que enviaram suas colaborações,e como música de fundo Fuck You da Lily Allen.

O vídeo foi editado pela designer Mariana Velasco. “A ideia da campanha é divulgar um vídeo divertido e descontraído, que mostre que homofobia é uma  postura retrógrada e que é necessário um posicionamento firme da sociedade para combater essa forma de preconceito”, dizem os autores do blog, Cláudia Macedo e Eduardo Mineiro.

Veja a versão brazuca AQUI

doido né, gostaria de ter participado, mas perdi o prazo.=P